A atividade física intensa previne em 19% o câncer colorretal

Segundo Alexandre Faisal, médico e pesquisador da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), o câncer colorretal está intimamente ligado ao sedentarismo e é um dos tumores mais incidentes no Brasil e no mundo. O dado que mais chama a atenção de Faisal é uma publicação de impacto da Revista Cancer Epidemiology, que contou com a liderança de um pesquisador da FMUSP e avalia o impacto da atividade física sobre a ocorrência de diferentes tipos de câncer, incluindo o colorretal. “Com uma atividade física intensa, ocorre a prevenção de 12% dos cânceres de mama após a menopausa e 19% do câncer de colorretal, além de proteger outros tumores malignos como o de bexiga, endométrio, próstata, entre outros”, pontua Faisal.

Leia mais.

Fonte: Jornal da USP

Print Friendly, PDF & Email

 Este post não tem tags para mostrar.