Não é à toa que foi criado o Outubro Rosa, movimento que nasceu na década de 1990. A ideia do projeto é estimular a participação da população no controle do câncer de mama. 

Outubro Rosa é celebrado anualmente, com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

O INCA participa do movimento desde 2010 com eventos técnicos, debates e apresentações sobre o tema, assim como produz materiais e outros recursos educativos para disseminar informações sobre prevenção e detecção precoce da doença.

O controle do câncer de mama é hoje uma prioridade da agenda de saúde do país e integra o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil, lançado pelo Ministério da Saúde, em 2011.

Mais comum entre mulheres, na faixa etária acima de 35 anos, também pode acometer homens (1%). O câncer de mama, segundo o INCA, responde por aproximadamente 28% dos casos novos, ficando atrás somente do de pele (não melanoma). E, seu número aumenta nos países subdesenvolvidos e nos desenvolvidos. A estimativa do INCA foi de 59.700 novos casos de câncer de mama em 2018.

Mas a maioria dos casos tem bom prognóstico e a prevenção é uma boa ação para impedir a sua evolução. A prevenção baseia-se no controle dos fatores de risco e no estímulo aos fatores protetores, especificamente aqueles considerados modificáveis.

Estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama. Controlar o peso corporal e evitar a obesidade, por meio da alimentação saudável e da prática regular de exercícios físicos, e evitar o consumo de bebidas alcoólicas, são recomendações básicas para prevenir o câncer de mama. A amamentação também é considerada um fator protetor.

O Profissional de Educação Física deve se preparar para participar da prevenção do câncer de mama, na orientação adequada de exercícios físicos aos seus alunos, ao longo da vida, especialmente para as mulheres. Incentivar a prática regular de atividade física e ações que venham a controlar o peso dos seus alunos e clientes, proporcionará, certamente, uma população mais saudável.


Campanha Outubro Rosa 2018

Em 2018, a campanha do INCA no Outubro Rosa tem como tema Câncer de mama: vamos falar sobre isso?“. O objetivo é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama e desmistificar conceitos em relação à doença. A campanha enfatiza a importância de a mulher conhecer suas mamas e ficar atenta às alterações suspeitas; informa que para mulheres de 50 a 69 anos é recomendada a realização de uma mamografia de rastreamento a cada dois anos; mostra a diferença entre mamografia de rastreamento e diagnóstica; esclarece os benefícios e malefícios da mamografia de rastreamento; informa que o Sistema Único de Saúde (SUS) garante a oferta gratuita de exame de mamografia para as mulheres brasileiras em todas as faixas etárias.

Para participar da Campanha Outubro Rosa, o CREF4/SP criou uma Campanha intitulada Prevenir. As artes para post face, instagram, slide site e e-mail marketing, estão disponíveis para download aos Profissionais de Educação Física interessados em ampliar essa divulgação entre seus alunos, clientes, amigos e familiares. Participe!


Mais informações sobre o assunto:

Câncer de Mama e Exercício Físico por Prof. Dr. Waldecir Paula Lima. 

Print Friendly, PDF & Email

 Este post não tem tags para mostrar.