Nos deixou nesta terça-feira (13), aos 68 anos, Paulo Roberto de Freitas, conhecido mundialmente como Bebeto de Freitas – ex-jogador de vôlei e ex-técnico da seleção brasileira.

Bebeto de Freitas foi inovador como treinador de vôlei e, portanto, referência para muitos profissionais da área. No início dos anos 80 foi treinador da equipe masculina que subiu ao pódio: medalha de bronze na Copa do Mundo de 1981; medalha de prata no Mundial de Vôlei (1982 – Argentina) e na Olimpíada de Los Angeles (1984). Certamente, ele também foi responsável pela “geração de ouro”, que surgiu nos anos seguintes. Nos anos 90, foi bicampeão (1997 e 1998) da Liga Mundial de Vôlei no comando da equipe da Itália. Entre outras atividades, foi secretário Municipal de Esporte e Lazer de Belo Horizonte. Atualmente, atuava como diretor de administração e controle do Clube Atlético Mineiro.

Em 2015 lançou a sua biografia “Bebeto de Freitas – Uma relação digna com a vida, os esportes e as conquistas”.

Bebeto de Freitas destacou-se pela contribuição em prol da profissão de Educação Física, pelo esporte brasileiro e pela defesa da presença do Profissional de Educação Física como parte integrante na educação do ser humano. Apoiou a regulamentação da profissão e não aceitava críticas ao Sistema CONFEF/CREFs.

Uma coisa que eu aprendi fora do Brasil é que a atividade física precede o esporte. Nós não teremos o esporte, se nós não tivermos a atividade física. Estamos num país em que a atividade física não é obrigatória nas escolas. São situações contraditórias”. – Bebeto de Freitas, durante mesa redonda organizada pela Comissão do Esporte – CESPO da Câmara dos Deputados – DETAQ, para debater a criação da Universidade do Esporte, em 06 de dezembro de 2017.

Bebeto de Freitas, um dos “gigantes do esporte brasileiro”, deixa saudades em muitos atletas, treinadores, profissionais de Educação Física, colegas, amigos e familiares.

A diretoria do CREF4/SP deseja que Bebeto de Freitas descanse em paz e que Deus, em sua infinita misericórdia, conforte o coração de seus familiares.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

Print Friendly, PDF & Email

 Este post não tem tags para mostrar.