A Federação Paulista de Judô, a exemplo da publicação da qual o CREF4/SP fez parte,
organizou os seus “Procedimentos para reabertura de escolas e Dojôs de Judô”.

O manual de conduta para funcionamento de dojôs, academias e associações, denominado “Procedimentos para reabertura de escolas e Dojôs de Judô”, desenvolvido pela Coordenação Científica da Federação Paulista de Judô (FPJ) foi fundamentado nas propostas para gerenciamento dos riscos e recomendações feitas por Centers for Disease Control and Prevention, CREF4/SP, ACAD Brasil, Organização Mundial da Saúde, Environmental Protection Agency e Ministério da Saúde.

O objetivo do documento foi juntar procedimentos de segurança para preservar a saúde dos frequentadores de escolas e dojôs, assim que os órgãos públicos autorizarem a reabertura das academias. Com essa ação a FPJ pretende reduzir o risco de contaminação do COVID-19 dentro dos dojôs, e, assim, confirmar que a prática do judô é segura, responsável e alicerce educacional para uma sociedade saudável.

Faz parte do documento orientações sobre: chegada ao dojô, lotação máxima, recomendação de distanciamento, métodos de higienização e descontaminação, permanência no dojô, contato físico, critério de hidratação, medidas e equipamentos de proteção e controles coletivos.

Os procedimentos e recomendações do documento foram validados pelas professoras doutoras pesquisadoras do Departamento de Enfermagem em Saúde Coletiva da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo Anna Luiza de Fátima Pinho Lins Gryschek e Érica Gomes Pereira, PhD, MSc, RN, e por Albertoni Martins da Silva Júnior, perito judicial, engenheiro de segurança do trabalho, engenheiro sanitarista e de meio ambiente, especialista latino americano (Latam) em resposta a emergências pela Texas A&M University (USA), auditor líder occupational health and safety assessment services (OHSAS 18001) para sistemas de gestão de saúde e segurança do qualificado pela BVQI.

Os procedimentos poderão ser revisados e atualizados conforme novos conhecimentos ou boletins oficiais sobre o COVID-19 forem publicados. 

Mais informações: www.fpj.com.br - fpj@fpj.com.br 

Para acessar o documento, na página da FPJ, clique aqui.

Fonte: FPJ