Reunião do Code da Fiesp discutiu como o Programa Municipal de Apoio a Projetos Culturais – Pro-Mac pode ser utilizado em mudanças no setor esportivo.

No dia 29 de agosto, os conselheiros do CREF4/SP, Pedro Roberto Pereira de Souza (1º vice-presidente) e Humberto Panzetti (1º tesoureiro), participaram da reunião do Comitê da Cadeia Produtiva do Desporto – Code, da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – FIESP, em São Paulo. Panzetti foi nomeado membro efetivo do CODE em 2018, como representante do CREF4/SP.

O evento contou com a participação de Andrea Matarazzo, ex-secretário da Cultura; João Farias, secretário municipal de Esportes e Lazer de São Paulo; Seraphim Del Grande, presidente do Conselho Deliberativo da S.E. Palmeiras; o advogado Alberto Murray Neto, conselheiro do Conselho de Ética do Comitê Olímpico do Brasil (COB); Simone Panfili, vice-cônsul geral da Itália em São Paulo; Fernando Enes Solleiro, vice-presidente executivo da Federação Paulista de Futebol – FPF; Roberto Cappellano, presidente do Clube Pinheiros; e várias outras representatividades.

O objetivo da reunião foi discutir as propostas para o esporte a serem encaminhadas para o futuro presidente do Brasil, bem como as ações para o esporte na cidade de São Paulo.

O ex-secretário da Cultura e criador do programa, Andrea Matarazzo, explicou a funcionalidade da lei Pro-Mac, que trabalha o incentivo por meio da renúncia fiscal, e comentou sobre o trabalho realizado no esporte atualmente.

A preocupação dos responsáveis pelo programa é que apenas seis dos presidenciáveis têm algum projeto voltado para o esporte.

Para o secretário municipal de Esportes e Lazer na Prefeitura de São Paulo, João Farias, o grande desafio é transformar o esporte de São Paulo em algo inclusivo, o que geraria um efeito em cadeia, com influências em outras áreas.

Print Friendly, PDF & Email

 Este post não tem tags para mostrar.