Um famoso blogueiro fitness, autodenominado como Lifestyle Coach, recentemente autuado pelo Conselho, teve dois pedidos de liminar negados pela Justiça Federal paulista, em primeira e segunda instâncias. O autor da ação pretende não se submeter à fiscalização do CREF4/SP durante suas atividades de instrução de ginástica e treinamentos funcionais.

A 10ª Vara Federal Cível da Capital ainda deve proferir sua sentença definitiva. Enquanto isso, a fiscalização do CREF4/SP permanece garantida e atuante.

Confira as decisões:  1ª instância | 2ª instância

Print Friendly, PDF & Email

 Este post não tem tags para mostrar.