O Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região – CREF4/SP não determinou o fechamento das academias do Estado de São Paulo e não foi consultado pelo Governo do Estado, autoridade que decretou o encerramento das atividades das academias, sobre a conveniência de tal medida. O CREF4/SP defende as medidas propostas pela OMS, entretanto, reforça que desde 1997 o Ministério da Saúde através do Conselho Nacional da Saúde reconhece, através da Resolução nº 218/1997 de 6 de março de 1997, o Profissional de Educação Física como profissional de saúde. Recentemente o Ministério da Saúde, através da Portaria n° 639/2020, convocou os Profissionais de Educação Física para as ações de enfrentamento do COVID-19.

É cientificamente comprovado que a atividade física melhora a resposta imunológica do corpo, além de contribuir para o controle do IMC, fator de risco para o COVID-19. A atividade física orientada por Profissional de Educação Física registrado no CREF4/SP tem papel fundamental na promoção da saúde física e mental e na recuperação dos pacientes do COVID-19.

O CREF4/SP defende o funcionamento das academias, nos moldes em que estão operando os outros estabelecimentos de saúde, como clínicas médicas, odontológicas, fisioterápicas, veterinárias, farmácias, etc, obviamente adotando as medidas de prevenção recomendadas pela OMS, como o controle da quantidade de pessoas por metro quadrado, controle de acesso com medição da temperatura corporal, respeito ao espaçamento mínimo entre os alunos, higienização constante dos aparelhos, distribuição de álcool em gel, uso obrigatórios de EPIs, como máscaras e luvas.
Em iniciativa pioneira no Brasil o CREF4/SP está regulamentando Teleconsulta, Teleaula, Teleconsultoria e Análise de Metadados que são instrumentos importantes para a manutenção da atividade física orientada por Profissional de Educação Física à distância, entretanto, reconhece a importância dos aparelhos que, geralmente, só estão disponíveis em academias.

O CREF4/SP desconhece qualquer movimento, tratativas e reuniões sobre o retorno das academias apenas em 2021 e reforça que entende fundamental o funcionamento das academias como equipamento de promoção de saúde. Oficiamos o Governo do Estado e as Prefeituras solicitando a reabertura imediata das academias, com respeito as normas da OMS, possibilitando a prática de atividade física orientada, como forma de promoção da saúde e bem-estar.
São Paulo, 17 de abril de 2020.

NELSON LEME DA SILVA JUNIOR
Presidente
CREF 000200-G/SP