Os benefícios da prática regular de exercícios físicos são amplamente divulgados pela mídia e fortemente sustentados por estudos científicos.

Considerando os posicionamentos do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde para o atual momento, relacionado ao risco de contaminação pelo COVID-19 (transmissão comunitária), reconhecido como pandemia, pelo decreto da Organização Mundial de Saúde (OMS) da última quarta-feira, 11 de março de 2020, e considerando o Decreto Estadual Nº 64.862, de 13 de março 2020, que dispõe sobre a adoção de medidas temporárias e emergenciais de prevenção de contágio pelo COVID-19, bem como sobre recomendações para o setor privado estadual, o Conselho Regional de Educação Física do Estado de São Paulo (CREF4/SP) apresenta suas recomendações e orientações para os proprietários e para a população praticante de exercícios físicos em academias, estúdios, box e outros locais próprios para a referida prática no Estado de São Paulo.

Embora o Ministério da Saúde não esteja indicando a suspensão das atividades nas academias e nos locais de prática de exercício físico, alguns cuidados devem ser respeitados e outros, que normalmente devem ser realizados, precisam ser enfatizados.

Recomendamos que os clientes com mais de 60 anos de idade, bem como aqueles que apresentam quadros de Diabetes, Hipertensão, Cardiopatias, Câncer, Asma, Bronquite, Pneumonia, Tuberculose, Doenças Reumáticas ou qualquer outro quadro imunossupressor, permaneçam reclusos em suas residências, tendo em vista que o risco de complicações é potencializado nestas populações.

Aos demais clientes que irão manter a regularidade das sessões de treinamento, orientamos:
- Lavar as mãos com água e sabão antes e após as sessões de treinamento;
- Levar seu squeeze pessoal para se hidratar, evitando assim os bebedouros comunitários;
- Higienizar as mãos com antisséptico a base álcool gel 70º, bem como limpar cuidadosamente os bancos, colchonetes, suportes, apoios, pegadores, halteres, barras e anilhas com um pano descartável embebido no mesmo tipo de álcool, sempre que trocar de exercício e equipamento;
- Evitar cumprimentos utilizando-se de beijos e abraços com quaisquer frequentadores do local, sejam eles outros clientes, Profissionais de Educação Física e demais funcionários do estabelecimento;
- Manter distância segura (1 metro, segundo a Organização Mundial da Saúde - OMS) para conversas e orientações.

Às academias, estúdios, box e outros espaços próprios para as práticas de exercícios, orientamos: 
- Manter os ambientes ventilados; 
- Realizar a manutenção periódica de seus equipamentos de ar condicionado (aquelas que possuírem), com a limpeza ou substituição dos filtros, gabinetes e grelhas e a higienização das serpentinas e tubulação;
- Disponibilizar antissépticos a base de álcool gel 70º para os clientes em vários pontos do local de prática, recepção e vestiários;
- Evitar quantidade grande de clientes em espaços restritos;
- Aproveitar ao máximo as áreas abertas para a realização das atividades;
- Propor aos alunos que frequentem os espaços em horários de menor frequência, tendo em vista que muitos estão cumprindo suas atividades profissionais em Home Office;
- Evitar as aulas coletivas e de contato físico (como lutas e danças de salão).

Importante ressaltar, que o Ministério da Saúde disponibilizou aplicativo para os sistemas operacionais iOS e Android, com o objetivo de facilitar o acesso às informações sobre o COVID-19 e combater a propagação de notícias falsas, com informações de prevenção, descrição de sintomas, formas de transmissão, mapa de unidades de saúde e uma lista de notícias falsas que foram disseminadas sobre o assunto. 

Essas recomendações e orientações estão sendo propostas para o atual momento e podem ser modificadas de acordo com o avanço, propagação ou declínio da doença.

Estaremos atentos para propor novas medidas sempre que necessário.

Nelson Leme da Silva Junior
Presidente do Conselho Regional de Educação Física do Estado de São Paulo - CREF4/SP