Clique na imagem para ampliar

Começou no dia 17 de abril e vai até 26 de maio a 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe com o slogan “Vacine-se contra a gripe e viva com mais saúde”.

Este ano, como ação estratégica, o Ministério da Saúde irá vacinar os professores das redes públicas e privadas. Portanto, desde 17 de abril, a vacina está disponível nos postos de saúde para professores e para a população prioritária. Lembrando que, a escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Os Profissionais de Educação Física que atuam nas escolas (públicas e privadas), que já estavam inseridos dentro da população prioritária – trabalhadores de saúde, preenchem mais um requisito para receber a vacina.

A vacina é segura e protege contra os três tipos de vírus que circularam em 2016, no Hemisfério Sul: Influenza A (H1N1 e H3N2) e influenza B. A maioria das reações adversas é leve, como dor e sensibilidade no local da injeção. Mas, pessoas que têm alergia severa a ovo devem procurar o seu médico para orientações.

Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias; 39% e 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Além da vacinação, a população deve adotar medidas de prevenção contra a influenza:

Lavar e higienizar as mãos com frequência;

Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

Manter os ambientes bem ventilados;

Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe.

O Dia D de mobilização nacional para a vacinação será no dia 13 de maio.

Saiba mais clicando aqui.

Fonte: Ministério da Saúde

 Este post não tem tags para mostrar.